Nas últimas duas décadas, a obesidade aumentou a um ritmo contínuo na América Latina e o Caribe e isto inclui o Brasil.

Segundo um relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) publicado em 2023 a prevalência do excesso de peso infantil (incluindo a sua forma grave, a obesidade) está atualmente acima da média global. Nas últimas duas décadas, aumentou a um ritmo contínuo na América Latina e o Caribe e isto inclui o Brasil.


Dados do Unicef
Nas crianças com menos de 5 anos de idade, a prevalência de excesso de peso aumentou de 6,8% (3,9 milhões) em 2000 para 8,6% (4,2 milhões) em 2022, com a média global situando-se nos 5,6%. Em crianças e adolescentes dos 5 aos 19 anos, a prevalência de excesso de peso aumentou de 21,5% (35 milhões) em 2000 para 30,6% (49 milhões) em 2016 (com a média global de 18,2%).

Cuidados para evitar obesidade infantil

É importante lembrar, o excesso de peso impede que crianças e adolescentes se desenvolvam e prosperem de maneira ideal, correm maior risco de continuar a ter essas condições na idade adulta, bem como de desenvolver doenças como diabetes, doenças cardiovasculares, hipertensão e certos tipos de câncer e de ter uma expectativa de vida mais curta.

Prevenção

A prevenção é a melhor forma de amor. Para isso, mantenha as consultas com seu pediatra de confiança, em dia!

Achou este conteúdo relevante? Compartilhe esta postagem com que ama♡.

Dr. Origenes José Capellani
📱WhatsApp: (45) 98434.3574 Consultório: (45) 3027.2109
Endereço: Rua Antônio Raposo, 406 – Sala 403 – Centro, Foz do Iguaçu – PR

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2017 - GVY Tecnologia

Website desenvolvido por Sandro Saito        (45) 9 9103-1800