Open/Close Menu Pediatria e medicina intensiva

Crianças são muito curiosas e imaginativas. Para elas, objetos comuns se transformam em brinquedos incríveis e os cômodos da casa tornam-se cenários fantásticos para as suas brincadeiras.

Incentivar e permitir o brincar livre e espontâneo dos pequenos é muito importante para o desenvolvimento infantil pleno e saudável. É por meio das brincadeiras que meninas e meninos se expressam, experimentam e reinventam o mundo e as relações sociais, desenvolvem sua autonomia, desafiam seus medos e descobrem habilidades.

Porém, pais, familiares e responsáveis devem estar sempre atentos e avaliar os possíveis riscos que as crianças podem estar expostas durante as brincadeiras dentro de casa. Neste artigo, iremos falar sobre como é possível evitar acidentes com crianças no cômodo considerado o mais perigoso para a garotada: a cozinha.

 

Na cozinha: supervisão sempre!

A cozinha é considerada o cômodo mais perigoso da casa. Nesse local, existem diversos objetos que representam riscos de acidentes graves com as crianças, como facas, recipientes de vidro, fósforos e alguns produtos de limpeza. Além disso, forno e fogão esquentam muito durante o preparo de alimentos e podem causar queimaduras muito graves.

Por isso, além de sempre deixar esses objetos que podem representar risco longe do alcance das crianças (em armários altos ou gavetas com trava) mantenha a supervisão atenta aos pequenos quando eles estiverem nesse ambiente.

Evite também que a garotada brinque nesse cômodo sem que um adulto esteja por perto para avaliar se a atividade pode representar risco ou não para a criança.

Ao cozinhar, evite o acesso das crianças à cozinha

Outros grandes riscos às crianças na cozinha aparecem durante o preparo das refeições. Nesse momento, há utensílios que podem ser perigosos sendo utilizados – como facas, fogão e forno – e grande movimentação de alimentos e bebidas quentes.

Além disso, toda a atenção da pessoa que está cozinhando está voltada para essa ação. Sendo assim, é mais difícil supervisionar de forma ativa as crianças nesse ambiente durante esses momentos. Por isso, a maneira mais simples de evitar um acidente durante o preparo das refeições é restringindo o acesso das crianças à cozinha.

Dicas gerais de prevenção de acidentes nesse ambiente

– Para evitar o acesso das crianças à cozinha, você pode utilizar um portãozinho na porta que dá acesso a esse cômodo;

– Mantenha longe do alcance das crianças: facas, recipientes de vidro ou cerâmica, fósforos, isqueiros, sacos plásticos e produtos de limpeza;

– Ao cozinhar, dê preferência por utilizar as bocas de trás do fogão e vire os cabos das panelas para dentro. Dessa forma, você dificulta o acesso da criança a esses objetos e previne que elas acidentalmente se queimem gravemente;

– Muita atenção ao utilizar o forno. Não permita que as crianças cheguem perto, pois elas podem encostar no eletrodoméstico e se queimarem gravemente;

– Ao servir as refeições, evite utilizar toalhas de mesa compridas. As crianças podem puxá-las para se apoiar e, se houver líquidos e alimentos quentes sobre elas, eles podem cair em cima dos pequenos e causar queimaduras graves.

 

Fonte: Dr. Origenes J. Capellani (CRM 12564 / Criança Segura

© 2017 - GVY Tecnologia

Website desenvolvido por Sandro Saito        (45) 9 9103-1800